domingo, 17 de novembro de 2013

Excesso incomum.

O Propósito do amor, me faz considerar.

Passo por cima de ideias, grandes grades solar.

Tomei o antídoto da falta de ter razão,ando com a cabeça em uma prisão.

Carrego a perda de foco,  preguiça de ideias comuns, a fadiga de falsidades continuas e musculares.

E o amor ainda, me faz.................. re-considerar?!

 Que amor é esse que invade sem que eu deixe entrar ?

Amor,desvairado. Incomum e insensato.

Perdido. Vem do leste.  Ponho uma pedra e anoiteço!

2 comentários:

  1. "Que amor é esse que invade sem que eu deixe entrar?" Acho que todo amor que é amor mesmo faz isso. Tudo contra a nossa vontade. ^^


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é.. isso é bem característico do amor.. Nada se pede...só acontece!

      Excluir

Bem Vindo;